Menu
Lua de Mel Internacional
0 03.01.2017
Top Destinos - Tendências para 2017

Todos temos listinhas de desejos, certo? E por que não incluir algumas como prioridade? Vale para viagem a dois, viagens de experiência, viagens inesquecíveis e até mesmo para as férias que estão chegando! Viajar é sempre um encontro entre o corpo e a mente, onde realmente relaxamos e vivemos intensamente cada minuto.
Listei aqui alguns dos lugares preferidos que estão “bombando” de procura para 2017! 
O difícil foi colocar somente 4 destinos aqui, porque na minha listinha pessoal tem 100/200 TOP destinos!

Maristela.

Polinésia é o nome dado a um conjunto de ilhas no Sul do Oceano Pacífico.
Historicamente, as ilhas da Polinésia foram povoadas por grupos originários do que é atualmente Taiwan, que navegaram através do Pacífico cerca de 3500 anos A.C. povoando as ilhas do Sul do oceano. Devido a sua origem e dispersão comum, os indígenas da Polinésia (chamados de Polinésios) compartilham de cultura, mitologia e hábitos bastante semelhantes. A característica central desses povos é a navegação, feita através da posição das estrelas.

Algumas curiosidades:

- A Polinésia é composta por 118 ilhas de origem vulcânica ou coralina
- Sua área aquática total é maior que os estados do Amazonas e Pará juntos
- A área terrestre é muito pequena – inclusive menor que o Distrito Federal
- A população de todas as ilhas soma aproximadamente 280 mil habitantes
- A maior ilha é o Taiti, além de também ser a mais populada
- Apesar da influência francesa direta, há diversos dialetos falados em todas as ilhas
- Acredita-se que as ilhas polinésias tenham sido o último local da Terra a ser povoado, principalmente por tribos do sudeste asiático que têm um ótimo senso de navegação, guiando-se pelo movimento das ondas
- O primeiro contato estabelecido com os europeus ocorreu no século 16, quando Fernão de Magalhães chegou à parte ocidental do território
- Outros países disputaram territórios na Polinésia Francesa, mas todos os habitantes são considerados cidadãos franceses

Agora vamos conhecer algumas maravilhas?

Filipinas: Porque é um verdadeiro deleite aos sentidos.

Sobrevoando o mar azul turquesa das Filipinas, salteado por mais de 1.700 ilhas (1.768 para ser mais exata) você se pergunta: qual destas é a minha? Filipinas é um sonho! 
O destino é mágico, com beleza natural incrível, considerada uma joia escondida repleta de praias paradisíacas, cultura história e ainda conta com uma gastronomia maravilhosa. Experimente o esplendor tropical das Filipinas, desde praias e ilhas ensolaradas de águas cristalinas perfeitas para mergulho, aos imponentes picos de montanhas vulcânicas e o menor primata do mundo, o tarsier. 
Ah, não deixe de explorar a Capital Manila.



De fato, não é o primeiro destino que vem à mente quando se pensa em uma viagem para a Ásia, mas o arquipélago é capaz de surpreender até os mais descolados e viajados, agradando diferentes públicos, seja os aventureiros ou os que buscam conforto, luxo e praias paradisíacas.
Existe uma diversidade de atividades para fazer nas Filipinas. Resorts luxuosos a beira mar ou sobre as águas, vulcões, plantações de arroz, o caos urbano de Manila, mergulho com tubarões em Donsol, mergulho entre naufrágios em Coron, entre tantos outros. Não tem erro, românticos ou aventureiros irão aproveitar intensamente.

Manila é o ponto de partida. A capital é uma mistura caótica, herança espanhola de cultura e arquitetura, cheio de muralhas, fortes, igrejas, mercados e museus.

Ilhas Bohol no centro sul do emaranhado de ilhas existe uma riqueza de diversidades. 
É onde está a incrível Chocolate Hills (nome dado porque em determinado período do ano, parecem deliciosos confeitos de chocolate) e a lindíssima praia de Banglao (conhecida como a ilha virgem). Lá você pode viver uma experiência única em cruzeiro pelo Loboc River, Wildlife Sanctuary (onde é possível encontrar os estranhos bichinhos locais, os Tarsier Filipino), entre outros atrativos. Imperdível é o mergulho entre golfinhos, tartarugas e as praias de areia branca em Pamilacan Island.

Boracay apelidada de Ibiza das Filipinas. Com apenas 7kms, a ilha é uma grande sensação para os que transitam pelas faixas de areias brancas. São mais de 25 pontos de mergulho, praias descoladas e vida noturna incrível. 

Cebu está entre as grandes riquezas das Filipinas. Tem uma história cultural incrível, sendo  um dos pontos mais importantes do patrimônio Filipino. Basta passar por Magella Cruz, Basilica del Santo Nino, forte San Pedro, Museo Sugbo entre tantos outros. Aqui também acontece o famoso festival Sinulog no terceiro domingo de janeiro (e é oferecido ao menino Jesus) com uma colorida festa de rua que envolvem foliões de todos os cantos.



Palawan/Coron não é fácil chegar neste local, mas as lagoas e lindas praias faz tudo valer a pena. Coron é um dos destinos imperdíveis, com praias e paisagens de cair o queixo. Em Palawan há uma maravilhosa formação rochosa que deixa a paisagem paradisíaca, como em Phi Phi Island na Tailândia ou em HáLong Bay no Vietnã, cheia de praias escondidas e secretas.
Não deixe de fazer passeios pelo rio subterrâneo de Palawan, bem como a Small, Big Lagoon (a cor da água impressiona), El Nido, Secrets Beaches e Snake Island. Caiaque e mergulho são fantásticos nesta região.


Palawan


Big Lagoon


Secrets Beaches

Onde ficar?
Amanpulo Resort
para se sentir no paraíso, é a melhor experiência hoteleira das Filipinas.
Aqui nasce a pergunta: o que (ou quem) você levaria para uma ilha deserta? A expectativa é grande! Em uma mão você precisa de uma câmera, noutra apenas o seu amor e se este lugar for Palawan, você não precisa de mais nada, sua viagem está completa.
O paraíso tem uma encosta linda que ocupa seus 6,5kms extensão, vegetação tropical exuberante, praias de areias brancas e mar de água cristalina no Mar de Sulu.

Quando ir: O ano todo é bom para ir as Filipinas, porém de janeiro a maio é quando o clima é mais favorável para viagens. De junho a dezembro existe maior risco de tufões (porem estes são imprevisíveis). Maio é o mês mais quente.

Quando evitar:  Semana Santa quando os preços ficam absurdos (eles estão em celebração) e no Réveillon, quando também a procura é grande.

Fiji: Porque sua natureza generosa e quase intocada, reflete-se na hospitalidade de um povo cativante. Aqui, ser Vip é ser cuidado com carisma!

Um cenário cinematográfico, paraíso fascinante no Pacífico Sul com os seus mil e um recifes de corais, águas de azul cristalino e soberbas praias desertas a perder de vista. É de uma natureza generosa que permanece imaculada e exótica, com uma cultura multifacetada do seu povo que ainda evoca eras passadas. Atmosfera romântica, águas tranquilas e pitorescas aldeias, regados a hospitalidade de um povo encantador.

O arquipélago integra mais de trezentas ilhas, sendo as duas maiores VitiLevu e VanuaLevu, ambas de origem vulcânica. Suas paisagens paradisíacas combinam com a riqueza cultural única de tesouros históricos e costumes exóticos, resultado da interessante mistura de influências das mais diversas origens. Partilha muitas das tradições e costumes com as suas vizinhas Melanésia, Polinésia e Micronésia, mas também revela influências indianas, chinesas e claro, europeias, afinal esteve um longo período sob o domínio do império colonial britânico.


VitiLevu


VanuaLevu

Onde ficar?
Laucala Island
- luxo politicamente correto.

Na costa nordeste de Taveuni, esta pequena ilha privativa tem vegetação exuberante e paisagens intocadas. A ilha foi adquirida em 1869 para ser um retiro, um lugar para sonhar! 
No início de 1900 foi idealizada por um estudioso britânico e até hoje mantém o conceito de paraíso e tranquilidade, mantendo-se fiel as suas raízes e ao estilo de vida fijiano.
Puro luxo, em formato rústico, perfeito para viajantes experientes e exigentes que querem privacidade. Um paraíso auto-sustentável que produz o seu próprio alimento e o que não é produzido ali, é da comunidade próxima.
Cinco restaurantes e bares oferecem todo o tipo de gastronomia, desde churrascos à beira-mar até um jantar requintado. Uma ampla gama de atividades são oferecidas, tais como esportes aquáticos, caminhadas, golfe e cavalgadas.


Laucala Island

São apenas 25 charmosas vilas (ou “bures”como são denominados) espalhadas por uma área paradisíaca e privativa. Elas são divididas em 6 categorias diferentes: a Plantation Villas, em meio a um coqueiral ao lado de uma praia privativa, Planalto Villas ficam sobre a montanha Nawi com um visual panorâmico inesquecível e rodeada por densa vegetação tropical; Seagrass Villas, com o pé na areia branca, Península Villa, com localização privilegiada para o mar; Overwater Villa, sobre as águas da lagoa e o Hilltop Estate, em um dos pontos mais altos da ilha.


Plantation Villas


Planalto Villas


Seagrass Villas


Península Villa


Overwater Villa


Hilltop Estate

Vomo Island Resort – Privacidade suprema.

Esta ilha completamente privativa, é indicada para quem deseja algo exclusivo, porem com tons de modernidade, em conjunto com o azul turquesa do mar de Fiji. Vomo é uma das ilhas Mamanuka, ancorada pelo imponente Monte Vomo e rodeada de areia branca, mar tranquilo como uma grande lagoa e muita privacidade.

Vilas com decoração requintada com a elegância europeia e toques fijianos, aninhadas discretamente na fauna natural da ilha são decoradas independentemente para que seu hospede possa desfrutar de algo único, inédito e da verdadeira beleza de seu entorno. 
Categorias: beachfront Villas, Hillside Villas, The Residence (residências privativas com 4 dormitórios) e a The Royal, uma experiência única com 3 dormitórios.

Royal Davui Island Resort – lua de mel perfeita.

Um retiro somente para adultos em uma ilha particular. Um paraíso de areias brancas e vegetação densa no topo de um recife. Experiência de viagem exclusiva com luxo inigualável, conforto e privacidade. São apenas 16 vilas cercadas de vegetal tropical, proporcionando especial privacidade com piscinas privativas e chuveiros ao ar livre.


Royal Davui Island Resort

Seu posicionamento é milimetricamente desenhado para proporcionar magnífica vista panorâmica para os recifes circundantes e ilhas vizinhas. Uma experiência gastronômica incrível pode ser conhecida no Restaurante Banyan, cujo pátio possui uma enorme árvore ou em um dos muitos decks privativos com jantares românticos. Caiaque ou barco a vela, passeios de catamarã ou mergulho nas águas cristalinas, são algumas das atividades possíveis na ilha.

Turks & Caicos – Porque os deuses pintaram a mão este paraíso que é logo ali, no Caribe.

Quando falamos em luxo podemos pensar também em viagens mais próximas, mais curtas, aproveitando o que o lindo mar caribenho tem para oferecer de beleza natural. Existem muitas opções luxuosas espalhadas pelas mais diversas ilhas, nos mais diversos estilos, mas sempre com algo em comum, exclusividade e luxo.
Com mar de águas mornas e de tons que vão do azul-turquesa ao verde-claro, de areia branca, palmeiras e recifes, formam a atmosfera paradisíaca do arquipélago caribenho sendo o cenário ideal para passar dias tranquilos, de relaxamento e romantismo.

Com um dos maiores recifes de corais do mundo, formando majestosas paredes abaixo do azul de um mar que parece mudar através de tons de néon turquesa, é um grande destino deslumbrante para os amantes do mergulho ou para os que gostam de apreciar o universo subaquático; basta colocar o snorkel e os pés-de-pato para começar a aventura. É habitat de muitos golfinhos, baleias, raias, tartarugas marinhas, entre outros e oferece uma beleza natural em abundância.
Formado por 40 ilhas com sedutoras praias paradisíacas, que encanta os visitantes com os 320 dias de sol e uma temperatura média de 28 graus. Uma maravilha da natureza espalhada em 8 ilhas principais, sendo as mais conhecidas são Providenciales (a queridinha dos turistas e onde está a maior população do arquipélago), North Caicos, Middle Caicos, East Caicos, South Caicos, West Caicos e Grand Turk (onde está a Capital Cockburn Town).


North Caicos


Grand Turk

Lá estão as praias consideradas as mais bonitas do mundo como Grace Bay, segundo a revista americana Condé Nast Traveler, com 19kms de extensão, abrigando boa parte dos bons hotéis do arquipélago. É um fantástico refúgio conhecido por seus longos trechos de praias perfeitas, selvagens, vegetação exuberante, mar cor turquesa e um pôr do sol memorável.
Com características únicas, as ilhas têm atrações como o santuário de pássaros de French Cay, o parque subaquático nacional Columbus Landfall e a fazenda de ostras de Caicos. Também é famosa por sua hospitalidade, um destino perfeito para quem busca exclusividade e descontração.


Grace Bay


santuário de pássaros de French Cay

Onde ficar?
Neste clima está o Amanyara. Perfeito, maravilhoso paraíso tropical, cercado por recifes e com paisagens de tirar o fôlego na costa de Northwest Point, remoto e com atmosfera intima. Aninhado em vegetação bem cuidada, você vai encontrar o seu próprio pavilhão. Relaxe na sua piscina privada e tome o seu café da manhã no deck de madeira que se estende até a piscina principal.
Há apenas 38 pavilhões e 20 Vilas, portanto, não é um lugar para sentir-se em casa, e sim, desfrutar do seu próprio refúgio.











Polinésia Francesa: Porque é o lugar mais bonito do mundo.

Tetiaroa é parte das Ilhas Sociedade na Polinésia Francesa, um pequeno atol isolado há cerca de 50kms ao norte da ilha de Tahiti. Apropriadamente, o nome da ilha é uma palavra que significa “se destaca” ou “diferenciado” no idioma polinésio, fazendo jus a toda sua beleza. Sua lagoa de águas incrivelmente transparentes completamente cercada por 13 ilhas de corais, faz deste lugar um verdadeiro paraíso, com promessas de areia branca, mar de tonalidades de azul infinitas e céu ensolarado.

Por muito tempo a ilha foi para poucos. Serviu como residência de verão para os ex-chefes e reis do Tahiti, inacessíveis ao público em geral. Depois de muitos anos, um luxuoso reduto ecologicamente correto mudou tudo isto! Hoje, o exclusivo e diferenciado Hotel The Brando é referência em luxo ecologicamente correto e serviços neste paraíso chamado Polinésia Francesa. 
Marlon Brando ficou encantado com a Polinésia Francesa desde seu estrelato no drama Mutiny on the Bounty, que foi parcialmente rodado nesta região do Pacifico. Motivo que o levou a comprar a ilha de Tetiaroa, obtendo a "propriedade" exclusiva da ilha. Ao longo de muitos anos, Tetiaroa serviu como um refúgio para se isolar de sua vida sob os holofotes de Hollywood, intocado, seu sonho era manter o atol em sua condição mais pura, um habitat ecológico sustentável.
The Brando empresta um ar de exclusividade e luxo para Tetiaroa, um cenário de beleza incomparável.
Após sua morte em 2004, um grupo hoteleiro desenvolveu o The Brando dentro da filosofia do ator. O Resort ecológico mais luxuoso do planeta, construído com os mais altos padrões ambientais recebeu certificação LEED Platinum, a mais alta distinção do US Green Building Council.





São 20 minutos de viagem em avião privativo desde Papeete, sobrevoando pequenas ilhas, águas cristalinas e vegetação exuberante. Suas 35 vilas privativas exalam bem estar e isolamento, de frente para o mar, aninhados entre a flora e fauna exótica, sobre o atol Motu Onetahi.
Todos com piscinas privativas e banheiras ao ar livre, bem como interior de decoração agradável e confortável.















Perderam o fôlego? Porque eu sim!

A viagem perfeita para fazer a dois, independente da comemoração.

Para cuidar do seu roteiro, passagens e tudo mais que envolve uma viagem perfeita e tranquila, não deixe de consultar uma agência de confiança!

Um beijo,
Beta.

Cinqtours Viagens e Turismo

Horário de atendimento: 09:00 às 18:30 (segunda a sexta-feira) e das 9:00 as 12:00 (sábados)
Fone: 11 5093-6305
E-mail: cinqtours@cinqtours.com.br
www.cinqtours.com.br

Carregar Mais
Voltar ao topo